Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

No Comments

EPI e EPC: entenda as diferenças e as utilidades de cada um

EPI e EPC: entenda as diferenças e as utilidades de cada um
Marcos Frota

O uso de equipamentos de proteção individual e EPC é essencial nas empresas, pois evitam acidentes de trabalho. A norma NR6 é a norma que fornece diretrizes para o uso deste equipamento, pelo que é importante que os empregadores e funcionários estejam cientes de suas obrigações.

Desenvolvemos esta mensagem para que você possa entender claramente as diferenças entre o EPI e o EPC. Também temos mais perguntas sobre o assunto. Veja abaixo!

Quais são as principais diferenças entre o EPI e o EPC?

EPI é um acrônimo para equipamento de proteção individual. São artigos que devem ser utilizados pelos funcionários para evitar acidentes de trabalho e a ocorrência de doenças ocupacionais.

Exemplos de EPI são: protetores de ouvido, óculos, capacetes, luvas, botas, etc.

EPC, por sua vez, é um acrônimo para equipamento de proteção coletiva. Eles têm o mesmo objetivo que o equipamento de proteção individual, mas ao mesmo tempo garantem a segurança de todo o grupo de funcionários de uma empresa e não de uma pessoa específica.

Sirenes de aviso, sinais de aviso, caixas de contenção, cones e fitas limitadoras de espaço são exemplos de EPC.

Quais benefícios esses dispositivos oferecem às empresas?

Os benefícios mais importantes do EPI e EPC estão precisamente garantindo e promovendo a saúde dos funcionários. Além disso, há a proteção e redução de riscos ocupacionais, como perda auditiva, por exemplo.

Para as empresas, o uso correto deste equipamento contribui para reduzir o número de funcionários em licença. Também são evitadas multas por não conformidade com normas técnicas.

Quais são as obrigações do empregador em relação ao uso de EPI e EPC?

A NR 6 descreve as obrigações do empregador com relação ao uso de EPI e EPC nas empresas. De acordo com o padrão, as empresas devem fornecer equipamentos de proteção gratuitamente, em perfeitas condições e em boas condições. Também é necessário substituir itens se eles estiverem danificados, perdidos ou excederem a data de vencimento.

Também é tarefa da empresa informar os funcionários sobre a importância do uso de itens e verificar se estão sendo usados ​​corretamente.

Quais são as obrigações do funcionário?

O funcionário também tem obrigações, o mais importante é usar equipamentos de proteção individual e equipamentos de proteção individual apenas para a finalidade pretendida. Ele também é responsável por armazenar e armazenar esses itens.

Os funcionários também devem se comunicar com os empregadores quando o equipamento não estiver mais em uso para substituição.

O que fazer se o equipamento não for suficiente para combater os riscos?

Se parecer que o equipamento de proteção individual e as CEPs não são suficientes, é recomendável realizar uma análise em conjunto com a CIPA e a equipe de segurança ocupacional. A idéia é que alternativas sejam apresentadas para que a empresa não incorra em sanções devido à falta de uso dos artigos.

Compreender as diferenças e a importância do EPI e EPC para as empresas? Agora verifique se os dois são usados ​​na sua empresa.

Siga nossas redes sociais para mais informações. Estamos no Facebook e gorjeio!

Gostaria de nos contatar diretamente, então clique aqui. Se você quiser saber mais sobre o SAFE, visite nosso site em www.safesst.com.br.

Submit a Comment