Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

seo
No Comments

Pagamentos sem dinheiro em ascensão no Oriente Médio

<pre><pre>Pagamentos sem dinheiro em ascensão no Oriente Médio
Marcos Frota

Disquetes, aparelhos de fax, fitas cassetes e secretárias eletrônicas … Há pouco tempo, todos esses itens tiveram um papel crucial em nossas vidas diárias. Agora em 2019, elas nada mais são do que relíquias do passado, sendo que cada uma delas está sendo substituída por uma solução mais eficiente e baseada em nuvem. Pode parecer ficção científica agora, mas os dias de pagamento de bens e serviços em dinheiro estão desaparecendo lentamente ao pôr do sol.

Enquanto o Oriente Médio tradicionalmente se afasta do dinheiro em comparação com o resto do mundo, uma nova onda de tecnologia está começando a mudar os hábitos na região, ao lado de fortes iniciativas governamentais. Nesta semana, exploraremos o estado atual dos pagamentos sem dinheiro em todo o mundo e destacaremos os cartões de débito mada e Meeza, duas iniciativas de pagamento digital que aproximam o Oriente Médio de um futuro sem dinheiro.

O estado dos pagamentos em dinheiro

O estado dos pagamentos em dinheiro

Nos últimos anos, a popularidade do dinheiro foi comprometida por opções de pagamento mais convenientes, como tocar para pagar, carteiras móveis e plataformas de pagamento online. Essas novas tecnologias mudaram a maneira como os consumidores pensam sobre os pagamentos. Agora em 2019, os pagamentos sem dinheiro oferecem não apenas mais comodidade para os compradores, mas também oferecem maior segurança e tempos de transação mais rápidos para as empresas.

Com esses benefícios em mente, não é surpreendente ver que diferentes países ao redor do mundo estão caminhando para uma sociedade totalmente sem dinheiro. Atualmente, a Suécia é líder mundial, com mais de 59% das transações de consumidores concluídas usando métodos não monetários, e o Canadá em segundo lugar, com 57% das transações feitas usando métodos alternativos.

A Suécia está atualmente liderando o mundo

Não são apenas os países ocidentais que exercem pressão sobre as economias sem dinheiro. Em 2016, a Índia aboliu suas denominações mais altas – retirou 90% do papel-moeda e incentivou milhões a mudar para sistemas sem dinheiro. O Banco Popular da China também reconheceu publicamente que o dinheiro físico poderá um dia se tornar obsoleto à medida que tecnologias mais eficientes entrarem no mercado.

Sem dinheiro no Oriente Médio

Sem dinheiro no Oriente Médio

No Oriente Médio, a Arábia Saudita e o Egito fizeram grandes progressos para dar a seus cidadãos acesso a muitas das mais recentes tecnologias sem dinheiro através de seus cartões de débito mada e cartões de débito Meeza.

O que é o cartão de débito mada?

mada

Mada é a mais nova geração da rede de pagamentos eletrônicos da Arábia Saudita e é responsável por conectar todos os caixas eletrônicos e terminais de cartão de crédito em todo o país, além de conectar-se aos pagamentos dentro do país. A Mada também conecta os consumidores com sistemas globais de pagamento, como GCC Net, VISA, MasterCard e American Express, para oferecer uma aceitação mais ampla na região e no exterior.

O cartão de pagamento mada é um cartão de pagamento digital que usa a rede mada para oferecer opções modernas de pagamento digital a praticamente todos os residentes na Arábia Saudita. Atualmente, existem mais de 30 milhões de cartões mada em circulação em todo o país, com todos oferecendo acesso a itens como toque para pagar e pagamentos por comércio eletrônico.

Com uma forte rede de pagamentos internos e acesso às mais recentes opções sem dinheiro, a Arábia Saudita está dando passos importantes em direção a uma economia sem dinheiro.

O que é um cartão de pagamento Meeza?

meeza

Não pense que a Arábia Saudita apenas tomará essas medidas. O Egito lançou recentemente sua própria iniciativa de pagamento digital, o cartão de pagamento Meeza (que significa "mérito" em árabe). O cartão é a mais recente iniciativa de inclusão financeira (CBE) do Banco Central do Egito para incentivar mais pagamentos sem dinheiro e traz muitas das mesmas funções para a população egípcia.

O cartão pré-pago, que não requer uma conta bancária, pode ser cobrado em bancos e caixas eletrônicos em todo o país. Depois que o cartão é carregado, os consumidores têm acesso a compras on-line, pagam contas do governo e compram de uma ampla rede de fornecedores com terminais POS. A CBE quer emitir 20 milhões de cartões Meeza nos próximos três anos, o que significa que um Egito sem dinheiro pode estar aqui mais cedo do que você pensa.

Conclusão

Um Oriente Médio completamente sem dinheiro agora pode parecer improvável, mas com grandes projetos como o cartão de débito Mda e esquemas de cartão de pagamento Meeza e ganhando força, fica claro que a região deseja usar novas tecnologias de pagamento. Para o futuro, a sociedade poderá se beneficiar enormemente de melhorias na maneira como as transações são processadas. Como as empresas desfrutam de custos mais baixos e os consumidores desfrutam de maior comodidade, pagamentos sem dinheiro são o futuro.

fontes

Submit a Comment